O que é libido? Como aumentar?

Libido, ou desejo sexual, naturalmente varia de indivíduo para indivíduo. Ter um apetite sexual baixo não é necessariamente um problema, mas se a pessoa deseja aumentar a libido, existem no mercado vários métodos naturais.

O que causa a baixa libido?

Ansiedade, problemas na vida pessoal, assim como no trabalho, doenças e até mesmo a idade pode afetar a libido. Apesar da baixa libido não ser um problema, isso pode afetar a vida do casal, bem como a auto estima da pessoa. 

Apesar da alimentação e idade serem os fatores principais, muitas doenças estão relacionadas à falta ou perda do desejo sexual, entre elas estão:

  • Depressão;
  • Transtornos alimentares como anorexia e bulimia, por exemplo;
  • Cirrose.

Alguns medicamentos como anticoncepcionais e drogas também podem diminuir a libido

Se você sofre com esse problema saiba que não está sozinho, mudanças de hábitos e realizar o uso de algum estimulante sexual natural podem ajudar.

Como aumentar a libido com estimulante sexual natural?

Homens e mulheres podem aumentar a libido usando os seguintes métodos:

Trate a ansiedade

Ter níveis altos de ansiedade é uma barreira comum na vida sexual e na libido de homens, assim como de mulheres. A ansiedade muitas vezes está relacionada ao estresse diário. Pessoas com trabalhos estressantes e muitas responsabilidades, por exemplo, podem se sentir mais cansados e como resultado, ter um desejo sexual mais baixo que o normal. Ansiedade e estresse podem também dificultar que o homem tenha ou mantenha a ereção.

Existem várias formas de lidar com a ansiedade e melhorar a saúde mental, o que, como resultado também aumenta o desejo sexual. As principais formas de lidar com a ansiedade é realizar exercícios físicos diários, assim como ter uma alimentação balanceada. Além disso um acompanhamento psicológico é essencial. 

Tenha uma boa noite de sono

Dormir bem é indispensável para a melhora do humor e os níveis de energia de qualquer pessoa, dessa forma alguns estudos ligam esse ato ao aumento da libido. Um estudo em menor escala realizado em 2015 sugere que dormir mais no dia anterior aumenta a vontade de ter relações no próximo dia. Mulheres que dormiram mais mostraram melhores resultados do que aquelas que dormiram pouco.

Tente tratamentos naturais

Entre os tipos de tratamento natural mais indicado está o estimulante sexual natural em cápsulas uma vez que esse tratamento é fácil de ser consumido e repõe todas as vitaminas e minerais que o corpo precisa para produzir os hormônios sexuais. Outra opção são os alimentos em pó.

Entre alguns dos alimentos que podem auxiliar a aumentar a libido estão à maca peruana em pó, tribulus, Ginkgo biloba, ginseng, assim como o gengibre

Em alguns desses alimentos, especialmente a maca peruana, é incerto os benefícios uma vez que a qualidade e pureza do produto são incertas.

Suco de romã, água de alho, tintura aspargos, assim como açaí com guaraná também podem ser aliados. O alho em especial é um excelente estimulante sexual natural!

Ervas afrodisíaca

Outro excelente estimulante sexual natural são as ervas afrodisíacas muito utilizadas em chás e banhos! Ervas como a alfazema, o anis, a canela, o cravinho, gengibre, bem como o hortelã possuem propriedades que melhoram a circulação sanguínea e aumentam a libido. A melhor forma de consumir tais ervas é através do chá, mas o gengibre e hortelã podem também ser mastigados. 

Consuma mais mel

O mel também pode ser utilizado como um estimulante sexual natural, pois é rico em vitaminas do complexo B que o corpo precisa para produzir os hormônios sexuais no homem e também contém boro, uma substância necessária para o corpo da mulher produzir o estrogênio, portanto aumenta a libido de ambos. Use o mel para adoçar chá, café, iogurte, cereal ou até mesmo como tempero! Se puder, opte pelo mel orgânico puro.

Se exercite regularmente

Praticar atividades físicas regularmente pode ajudar a aumentar o desejo sexual. Um estudo de 2015 realizado em homens com baixos níveis de testosterona descobriram que exercícios físicos regulares ajudam os homens a lidar com a baixa libido, assim como as preocupações com o corpo. Já nas mulheres que sofrem de diabetes, outro estudo realizado em 2010 mostrou que exercícios físicos auxiliam a amenizar os sintomas da doença.

Em resumo, atividade física não é apenas um estimulante sexual natural, mas também um ótimo remédio para diversos outros problemas.

Mantenha seu peso ideal

Diversos cientistas ligaram o sobrepeso e a obesidade a falta de desejo sexual, juntamente com outros fatos relacionados à redução da fertilidade em ambos os sexos. Isso está associado a fatores hormonais, como a baixa testosterona. Algumas pessoas acima do peso também podem apresentar sinais psicológicos, como a falta de confiança. 

Manter um peso ideal pode melhorar tanto o físico quanto o mental.

Pare de fumar

Fumar traz um impacto negativo em diversos fatores da vida de uma pessoa, principalmente ao pulmão e coração. Um coração saudável é importante para ter uma boa vida sexual. Fumantes têm menos disposição e má circulação sanguínea, e aqueles que largam o cigarro vêem significativas melhoras na vida sexual.

Parar de fumar pode ser mais fácil com o uso de tratamentos adequados como os sprays e cápsulas.

Utilize um bom estimulante sexual natural em cápsulas

O corpo precisa de diversos minerais e vitaminas para produzir os hormônios sexuais naturais assim sendo o uso de suplementos em cápsulas que buscam repor os nutrientes necessários ao organismo é essencial.

Tomar suplementos de Ômega 3 também uma boa opção uma vez que essa gordura melhora o fluxo sanguíneo, como o corpo humano não produz essa gordura é necessário fazer obtê-la através de suplementos. 

Pratique yoga

O Yoga não é só famoso por melhorar a força muscular e a postura, mas também por ser um estimulante sexual natural! Essa prática tem inúmeros benefícios e alguns estudos relacionam a prática do Yoga com o tratamento da depressão, estresse e ansiedade, assim como também diabetes e problemas na tireóide.

O Yoga diminui a resposta inflamatória do corpo, auxilia no tratamento do estresse, melhora a proteína que ajuda no crescimento, assim como a manutenção do cérebro, o deixando jovem e saudável.

Yoga melhora a vida sexual da mulher e do homem!

Um estudo publicado no The Journal of Sexual Medicine relatou que a prática regular do yoga pode melhorar a vida sexual de ambos os sexos – particularmente nos que tem mais de 45 anos. O estudo mostrou melhoras na vida sexual daqueles que praticaram yoga por 12 semanas.

Depois do período de 12 semanas, as mulheres relataram uma diferença significativa em diversas funções sexuais como o desejo, lubrificação, orgasmo, satisfação e até mesmo dor.

Mais de 75% das mulheres disseram ter visto melhoras na vida sexual depois de praticarem yoga. Como parte do estudo, todas as mulheres praticaram 22 posições, que melhoram os músculos abdominais, melhora a digestão, fortalece a pélvis, assim como melhora o humor.

O yoga não só traz benefícios para as mulheres, esse mesmo estudo também foi realizado com homens. Depois do período de 12 semanas de prática do yoga, os participantes relataram melhoras significativas na vida sexual.

A pesquisa encontrou melhoras por todos os aspectos da vida sexual masculina, tais como desejo, desempenho, confiança, sincronização com sua parceira, ereção, controle da ejaculação, assim como o orgasmo. Além disso outro estudo realizado pela mesma equipe de pesquisadores encontrou evidências de que o yoga é uma alternativa viável e natural para a fluoxetina, remédio utilizado também no tratamento da ejaculação precoce. Na pesquisa com os homens foram utilizadas 15 poses. 

Mecanismos do yoga para uma vida sexual melhor e mais prazerosa

Como exatamente o yoga melhora a vida sexual de homens e de mulheres? 

O yoga regula a atenção, assim como a respiração, diminui a ansiedade e estresse e regula o sistema nervoso parassimpático – sistema esse que ativa as partes do sistema nervoso que dizem ao corpo quando parar, relaxar, descansar, digerir, diminuir ou aumentar os batimentos cardíacos e ativa vários outros processos metabólicos que induzem o corpo a relaxar. Todos esses efeitos estão relacionados à melhora na resposta sexual, ou seja, o yoga é um estimulante sexual natural que melhora diversos aspectos na vida sexual, não apenas o desejo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *